COMO SEU CURRÍCULO PODE CHEGAR EM MAIS PESSOAS (E CERTAS!)

Um currículo eficiente, que chegue às pessoas-chave e seja atraente é uma construção que começa bem antes de colocá-lo no mercado. Vamos falar sobre esse processo!

Seja para uma pessoa iniciando carreira ou um profissional com larga experiência e muitas competências e habilidades, o currículo é um instrumento fundamental nas suas trajetórias.

Essa importância é ainda maior nos dias de hoje: uma crise de emprego histórica, com dezenas de milhões de pessoas disponíveis em todos os perfis e níveis hierárquicos, exige uma eficácia ainda maior do seu resumo profissional.

O currículo – físico ou digital – traduz uma construção profissional contínua e será um aliado importante na busca de oportunidades, seja um emprego após o desligamento ou uma mudança para quem está insatisfeito.

Mas será que damos ao CV o cuidado que ele exige para se tornar o melhor cartão de visitas do seu potencial para o mercado?

Porque ele vai muito além de sinalizar que estamos disponíveis em determinado momento da vida; ele deve ser um documento permanente que recrutadores, profissionais de recolocação e empregadores consultem e pensem em você como o profissional ideal para a vaga!

Por isso, vamos falar nesse artigo sobre o que um currículo de qualidade deve ter para ganhar visibilidade e chegar em mais pessoas – e nas pessoas-chave!

O que você vai ver nesse artigo:

  • Sua carreira é um produto. O currículo é o melhor marketing dela!
  • 5 dicas importantes para um currículo de qualidade
  • Como seu currículo pode chegar em mais pessoas-chave e aumentar as chances de sucesso?
  • Posso enviar currículos mesmo estando empregado?

Sua carreira é um produto. O currículo é o melhor marketing dela!

Sim, podemos ter a visão de que somos produtos únicos e que no currículo vamos demonstrar nossas características e benefícios para um público-alvo – os empregadores.

Imagine que você abriu uma concessionária de carros de luxo importados.

Certamente, a primeira análise feita foi para quem vender e onde estão esses clientes. Com o mercado de trabalho, podemos usar o mesmo raciocínio.

  • Definir os objetivos de carreira (quem comprar);
  • Pontuar as experiências que valorizam os objetivos (história da marca);
  • Enfatizar suas habilidades e competências (características);
  • Mostrar seus resultados relevantes (benefícios).

Ao avaliar cada um desses pontos, você se debruçará sobre um ponto crítico para o seu sucesso nos processos: entender as suas deficiências, trabalhar para superá-las e potencializar a sua empregabilidade.

Para o mercado, o resultado dessa análise será um currículo que mostra:

  • O que você quer entregar;
  • Como vai entregar;
  • Como já entregou antes.

Para você, será uma excelente oportunidade de se ver de todos os ângulos e ter mais certezas do que dúvidas sobre o caminho que quer trilhar.

A principal dica que podemos deixar é: invista tempo e esforço para transformar seu currículo na melhor peça de propaganda!

5 dicas importantes para criar um currículo de qualidade

Não importa se estamos falando de um currículo quando não se tem experiência ou de um profissional com vivência; é preciso que ele seja sempre revisto e adequado a cada novo fato que surgir e às suas decisões sobre a carreira.

  • Se você quer mudar de setor de atividade;
  • Se concluiu um curso ou universidade;
  • Se alguma experiência não está mais alinhada com seus objetivos atuais.

Um currículo de qualidade envolve diversos cuidados, alguns deles bem atuais, com a entrada da Inteligência Artificial no processo de Recrutamento e Seleção de muitas empresas.

Vamos falar de algumas dicas que conferem qualidade ao seu CV.

1 – Objetivos claros

É nesse item que você vai revelar as áreas e os níveis hierárquicos que você almeja. Eles devem ser o mais claros possíveis quanto às nomenclaturas e totalmente coerentes com a sua história profissional.

Dessa forma, você evita processos que não se alinham às suas metas.

2 – Tamanho é documento

Um currículo com alta escaneabilidade – a capacidade de atrair o leitor pela sua estrutura – deve ter, no máximo, duas páginas. Se chegar a uma página e meia, melhor ainda!

As chances de um documento ser lido pelo recrutador caem após a segunda página. Nos sites de vagas, como não temos essa noção de tamanho, procure usar o mesmo conteúdo de um currículo em documento.

Isso faz com que você exercite uma competência muito desejada pelo mercado: ser sucinto na apresentação do produto!

3 – Foque na importância das experiências

Uma carreira com vinte anos certamente não cabe em duas folhas. Uma alternativa é focar nas experiências mais significativas para o momento atual de carreira.

Dessa forma, seu currículo se torna ainda mais focado, o que atrai mais a atenção do leitor.

Um currículo quando não se tem experiência profissional pode ressaltar as acadêmicas, de forma a mostrar claramente o caminho que você quer trilhar.

4 – Não esqueça das informações adicionais

O perfil do trabalho mudou bastante nas últimas décadas e continua em franca transformação.

Contrato como PJ e home office já são temas comuns, porém nem todos os profissionais podem ou querem citá-los e podem ser diferenciais no seu currículo, além de demonstrar sintonia com as novas demandas do mercado.

A menção de outros itens também pode ampliar suas possibilidades, conforme a vaga oferecida:

  • Viagens constantes e pequenas estadas (projetos);
  • Mudança definitiva ou temporária de cidade;
  • Mudança internacional;
  • Contrato temporário (projetos).

Cite apenas as informações que realmente poderá atender, pois certamente a empresa contará com elas – principalmente as que estiverem na oferta de emprego!

5 – Explore os termos-chave da descrição da vaga

Esse é um recurso eficaz para tornar seu currículo mais atraente à leitura humana e o rastreamento dos robôs.

Você pode inserir os termos existentes na descrição da vaga e tornar seu CV mais aderente à oferta da empresa. Por exemplo, mapeamento de processos, levantamento de requisitos, conciliação bancária ou estrutura de home office.

Procure colocá-los de forma natural, em trechos onde façam sentido.

Essa dica pode parecer óbvia, mas é comum que as pessoas, na tentativa de descrever as suas experiências, sejam menos técnicas e evitem expressões que ajudam o entendimento.

E essa dica nos leva à última.

Esses são alguns dos cuidados que devemos ter na hora de criar um currículo de qualidade. É importante estar atento às novidades, como é o caso dos robôs de triagem, para readaptar o seu CV às formas de seleção e análise.

A PD Carreiras trabalha intensamente com Revisão de Currículos e pode ajudar você no melhor marketing da sua carreira!

Como seu currículo pode chegar em mais pessoas-chave e aumentar as chances de sucesso?

Mesmo um profissional com uma carreira de excelência vai enfrentar um grande desafio, especialmente em tempos de muitos mais candidatos que vagas: como fazer o currículo chegar nas pessoas certas.

Afinal, se para jovens profissionais o volume de candidatos é uma grande barreira, para os mais experientes o investimento das empresas e o retorno esperado são fatores decisivos.

Por isso, colocar o CV nas mãos de pessoas-chave deve ser uma meta para evitar que expectativas sejam frustradas em um estágio avançado do processo de seleção de emprego.

Vamos falar de algumas ações que podem ajudar nessa tarefa.

Não pare: esteja atualizado e qualificado sobre a sua área de atuação

Sim, vamos começar pelo dever de casa de sempre. Afinal, o mercado de trabalho nunca foi tão dinâmico e imprevisível nas suas demandas como nos tempos atuais.

Um ótimo exemplo é a Tecnologia da Informação, certamente a área que sofreu as mais profundas mudanças nas últimas décadas. Cada revolução tecnológica – e já foram tantas – é uma nova e imensa janela de oportunidade que se abre.

O setor de Finanças Empresarias, por sua vez, é diretamente impactado por essas inovações, exige um novo perfil de profissional e assim por diante.

A diversidade e a velocidade das mudanças são as marcas do mercado de trabalho para atender às mudanças de negócios. É preciso estar atento e pronto para o novo mundo dessa semana!

Revalide constantemente o seu plano de carreira e as pessoas-chave dele

Como consequência do item anterior, o seu novo patamar de conhecimento pode redefinir os seus objetivos e consequentemente o público-alvo para o seu currículo.

Hora de rever a rota! E não se espante: isso pode acontecer com mais frequência do que podemos imaginar.

Se você quer direcionar a busca para Desenvolvimento de E-Commerce, por exemplo, sabe que o universo de pessoas-chave nem sempre é o mesmo para as vagas de Desenvolvimento de ERP.

A pergunta: quem pode se interessar pelo meu novo olhar profissional?

Revise sempre o seu perfil profissional publicado para que esteja em consonância com os seus objetivos e com as pessoas que você quer alcançar. Isso ajudará muito na assertividade da exposição dele.

O Plano de Transição de Carreira é uma ferramenta muito útil para quem quer mudar de trajetória de forma estruturada e segura. A PD Carreiras pode ser a sua parceira nessa grande mudança!

Invista na presença profissional e social da sua carreira

O foco aqui é estar presente nos canais e acontecimentos onde você pode expor ideias, apoiar outras, mostrar as suas competências e eventualmente estar com pessoas-chave tanto direta quanto indiretamente.

  • Eventos setoriais (congressos, feiras, workshops);
  • Grupos de discussão em redes sociais, especialmente o LinkedIn.

A ideia é que a troca de experiências possa levar ao interesse pelo seu perfil (e seu currículo).

Por outro lado, tenha cuidado com o excesso: ninguém gosta de falar só de trabalho e carreira. Explore os conhecimentos gerais e os encontros festivos.

A sociedade atual quer mais do que apenas produzir. Mostrar-se disponível a todos os assuntos é uma forma de valorizar o ser humano que está no currículo.

Use sites de emprego alinhados com o seu perfil e os objetivos

Os sites de emprego possuem muitas características em comum em termos técnicos, mas diferem bastante no perfil das empresas e vagas que oferecem.

São um setor de mercado e como tal também buscam públicos definidos.

É importante buscar aqueles onde o conteúdo para a sua área esteja alinhado com os seus objetivos tanto profissionais quanto salariais.

Dessa forma, o tempo investido é mais bem aproveitado, as candidaturas são mais precisas e, com isso, aumentam as suas chances de ser visto e chamado para processos de seleção.

Invista em uma conta de LinkedIn

O LinkedIn é, provavelmente, a única rede social com um objetivo único e claramente definido: incentivar os relacionamentos profissionais, entre pessoas e com empresas.

Ele surgiu como uma mídia social voltada à exposição de perfis (currículos) em um formato amigável, com possibilidades estéticas que os formatos em papel e sites não permitem.

Estima-se que 30 milhões de empresas e 700 milhões de pessoas estão no LinkedIn. Portanto, é um excelente lugar para você não só expor seu CV, mas também seguir contas com as quais pode estabelecer um networking importante.

Mas você chegou agora na rede e não sabe como agir? Veja algumas dicas abaixo:

  • Crie o seu perfil no LinkedIn o mais completo possível. A rede facilita com as seções;
  • Capriche na ortografia, na gramática e na qualidade textual. As pessoas gastam, em média, 5 segundos para escanear uma página;
  • Use uma foto de perfil profissional. Nem a aborrecida de RG e nem a do fim de semana na praia. Sua foto é a primeira impressão;
  • O LinkedIn não é uma rede pessoal, portanto, não se obrigue a seguir as mesmas pessoas das demais redes;
  • Siga empresas e formadores de opinião ligados aos seus objetivos;
  • Participe ativamente, com postagens interessantes (suas ou compartilhadas) e comente postagens de outras pessoas. A atividade aumenta a exposição!

Quer explorar ao máximo o potencial da rede e aumentar as chances de ser visto? Veja nosso artigo sobre dicas de LinkedIn! 

Posso enviar currículos mesmo estando empregado?

Com certeza, sim!

Essa é uma dúvida frequente entre os profissionais, até os mais experientes. Afinal, quem faz currículo está sempre ligado à necessidade urgente de conseguir emprego.

Esse é, sem dúvida, um erro estratégico: investimos todos os esforços para darmos o nosso melhor em um emprego e nos preocupamos apenas com o currículo quando demitido. quando somos demitidos.

Nos últimos anos, esse pensamento mudou bastante, com mais profissionais prospectando e avaliando enquanto estão trabalhando, pois é uma forma de medir a temperatura da carreira no mercado.

Eventuais propostas de empregadores ajudam a avaliar se o conteúdo do currículo está levando às pessoas e oportunidades certas.

Por outro lado, enviar currículo quando ainda está trabalhando deve ser feito com os devidos cuidados para não criar conflitos com o empregador atual.

Candidatar-se em um concorrente direto não é uma boa decisão, mas receber uma oferta espontânea dele pode ser um bom termômetro da carreira no nicho em que atua.

O mercado de trabalho atual entende que a exposição em agências e sites é um processo que deve ser perene e não emergencial – o que, por fim, também favorece as próprias empresas na sua busca por talentos.

Conclusão

Nesse artigo, podemos ver que um currículo eficiente vai muito além de colocarmos nossa experiência profissional em uma folha de papel ou uma página de um site.

Ele é uma construção contínua de vivências, resultados e expectativas que estão em constante mudança. O mercado, por sua vez, nos desafia com novos modelos de negócio e de trabalho.

Devemos usar o currículo como uma importante peça de marketing profissional e escolher as melhores vitrines para expor. Assim, os resultados serão mais rápidos e melhores!

Um grande abraço e sucesso sempre!

Paula Dias

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu