Hoje eu quero contar a história de mais uma consultora aqui da PD Carreiras, que assim como as outras duas que mostrei nas últimas semanas, também fez uma mudança radical na carreira para encontrar o seu propósito.

Por ter afinidade com a área de exatas, escolheu a faculdade de Engenharia, mas mesmo assim nunca teve a real certeza do que queria. Segundo ela mesma disse: teve sorte em gostar do curso escolhido.

As oportunidades que surgiram a levaram a trabalhar na indústria, onde obteve muitos aprendizados. Para ela, foi uma escola atuar inicialmente em uma multinacional e, ainda hoje é fundamental saber sobre a dinâmica do mundo corporativo.

Foi então que ela teve a possibilidade de morar fora, uma oportunidade que não podia deixar passar, pois precisava entender se queria mesmo seguir na área em que estava se desenvolvendo.

Fez um MBA internacional e viu no detalhe quais eram as outras áreas que compunham uma corporação. Mas, a dúvida não se respondia – só aumentava.

Quando voltou ao Brasil, uma amiga indicou a PD Carreiras para ajudá-la a se recolocar no mercado e, em um projeto inicial de Planejamento de Carreira comigo, me falou sobre os seus questionamentos.

Ao final da primeira sessão, enxerguei o seu perfil mais posicionado para lidar com pessoas e trabalhar por uma causa maior. Na mesma hora ela me disse que fazia total sentido e recordou que no antigo trabalho, interagir com seus colegas e líderes era o que mais a agradava em sua rotina.

Logo na primeira conversa, ficou claro que seria uma transição de carreira. Desde então ela atua na PD Carreiras como Consultora de Recolocação, encarando a oportunidade como uma segunda escola – segue se desenvolvendo com toda equipe PD e com cada profissional que assessora. 

É claro que, nesse caminho, sentiu ansiedade e receio. Mas, conforme ela mesma disse, “momentos de indecisão sempre teremos, porém quando se faz o que gosta, as perguntas ficam mais claras e fáceis de responder. Ver um profissional se recolocar com o meu suporte faz valer a pena e, além disso, eu continuo aplicando o que aprendi na faculdade dentro da PD.”

 Essa foi a história da Julia Miranda, que hoje trabalha com o que ama. Quando vamos contar a sua história também?

Com otimismo,

Paula Dias

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu